Atlas Copco Rental: ar comprimido
Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Hydro Extrusion Avintes produz lote de alumínio reciclado com pegada de carbono quase nula

10/04/2024
A produção utilizou 100% sucata pós-consumo para obter este primeiro lote de alumínio reciclado.
Fábrica da Hydro, em Avintes
Fábrica da Hydro, em Avintes

A fábrica de Avintes da Hydro , empresa do setor do alumínio, produziu o seu primeiro lote de alumínio reciclado praticamente nulo em emissões poluentes.

Na produção, a Hydro utilizou como matéria-prima única sucata pós-consumo, recuperada de produtos no final de vida útil, que pode ser considerada como sendo neutra em carbono quando reaproveitada através da reciclagem.

O alumínio é um dos metais mais utilizados no mundo, com aplicações em diversos setores como a indústria do automóvel, a construção civil, o transporte, a energia ou a electrónica. O processo de reciclagem de matéria-prima em fim de vida útil permite que seja reutilizado infinitas vezes, sem que perca as suas propriedades e consumindo apenas 5% da energia que se usa para produzir alumínio primário.

Rui Abreu (Esq) e João Nina
Rui Abreu (Esq) e João Nina

Pegada de carbono inferior a 0,5 kg CO2e/kg de alumínio

Nas palavras de João Nina, responsável pela unidade de reciclagem da Hydro Avintes, “este é o primeiro lote de Hydro Recycled Low Carbon produzido na Hydro Avintes com 100% sucata pós-consumo, sem adição de sucata de processo (pré-consumo) ou alumínio primário. Assim, podemos considerar que a sua pegada de carbono é quase nula, inferior a 0,5 kg CO2e/kg Al.”.

O responsável acrescentou ainda que “na reciclagem de alumínio, podemos considerar a sucata pré-consumo (que geramos no nosso próprio processo de extrusão e que não se tornou parte de um produto final) e a sucata pós-consumo (que pode ser parte de uma janela, de um carro ou de uma bicicleta usados, recuperada para ser convertida novamente em matéria-prima para a extrusão de perfis). Na Hydro, acreditamos que não podemos desassociar pegada do material, ou seja, a sucata pré-consumo não deve ser considerada descarbonizada, mas, ainda assim, contribui com a sua própria pegada ecológica para o processo de reciclagem”.

Por outro lado, Rui Abreu, diretor de Metal da Hydro Extrusion South, destacou que “este é um marco no nosso esforço para oferecer soluções de alumínio mais sustentáveis com uma menor pegada de carbono, o que por sua vez irá melhorar o impacto ambiental dos produtos dos nossos clientes”.

Este é mais um passo na estratégia de sustentabilidade da empresa, que se soma a outros, como o alcançado em 2023, na sua fábrica de Irurtzun em Navarra (Espanha), onde foi utilizado, pela primeira vez no mundo, hidrogénio verde para produzir alumínio reciclado.

REVISTAS

Siga-nosWalter Tools Ibérica, S.A.U.norelem

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter InterMetal

    22/05/2024

  • Newsletter InterMetal

    15/05/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

intermetal.pt

InterMETAL - Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Estatuto Editorial