Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

2023 foi um bom ano para as exportações alemãs de máquinas-ferramenta

02/04/2024
No ano passado, as vendas ao exterior de máquinas, peças e acessórios fabricadas na Alemanha atingiram os 9,5 mil milhões de euros, nove por cento mais do que em 2022. “Isto significa que defendemos o nosso título de campeão mundial à frente da China e do Japão”, diz Markus Heering, CEO da VDW, a Associação Alemã de Fabricantes de Máquinas-Ferramenta.
Markus Heering, Diretor Executivo da VDW...
Markus Heering, Diretor Executivo da VDW, explica que “a indústria automóvel está a investir em motores pesados antes da entrada em vigor de normas de emissão mais rigorosas em 2027”, facto que impulsiona as vendas de máquinas-ferramenta em países como os EUA ou o México.

Dentro da tríade Europa-América-Ásia, as exportações para as Américas foram as que mais cresceram, 18%. Este crescimento foi impulsionado principalmente pelos EUA, o segundo maior mercado de vendas para os alemães, com uma quota de 15%. Os EUA compraram máquinas no valor de 1,4 mil milhões de euros. Isto representa um aumento de 19%.

“Os nossos membros veem com bons olhos os desenvolvimentos no mercado dos EUA”, diz Heering. “Os clientes americanos têm custos mais baixos do que os seus congéneres alemães, devido aos preços mais baixos da energia. Além disso, a indústria automóvel está a investir em motores para veículos pesados antes da entrada em vigor de normas de emissão mais rigorosas em 2027. O México também está a ter bons resultados. Muitas empresas internacionais estão a investir neste país devido à sua proximidade com o mercado dos EUA”, continua Heering.

De facto, as exportações para o México aumentaram 28%, ainda mais do que as exportações para os EUA. Este facto coloca o país da América Central em nono lugar na lista dos mercados de exportação mais importantes. Com um volume de negócios de 326 milhões de euros, o México é o segundo mercado mais importante do continente americano. Em contrapartida, a atividade na América do Sul diminuiu 7% em relação ao ano anterior.

Exportações para a China mais baixas do que nos anos de prosperidade

As exportações alemãs para a Ásia aumentaram 7% no ano passado. Com uma quota de 17%, a China é o país de destino mais importante de todos. Em comparação com o ano anterior, as exportações cresceram 6% para um volume de 1,6 mil milhões de euros, mas permaneceram muito abaixo do último ano de pico de 2018. Muitas empresas estão a ter dificuldades em fazer negócios na China. “A economia da China é fraca e o país continua a desvincular-se das importações estrangeiras à medida que luta pela autonomia industrial”, relata Heering, diretor executivo da VDW. Por conseguinte, é importante diversificar para mercados de crescimento alternativos, como os da região da ASEAN. A Índia também está a tornar-se mais atrativa, diz Heering. Atualmente, são recebidos muitos pedidos de informação da Índia e as empresas relatam numerosas atividades, projetos e contactos neste país. No entanto, o mercado indiano continua a ser extremamente sensível aos preços. A Índia é atualmente o 13º maior mercado de exportação. As exportações alemãs aumentaram um quarto.

Exportações em 2023 por região
Exportações em 2023 por região.

Mercado interno europeu com crescimento mais lento

Dentro da tríade, a Europa é a maior região de vendas para os fabricantes alemães, com uma quota de mais de 50%. No entanto, o mercado alemão continua a ser o mais fraco de todos, com um aumento de apenas 6% e um volume de 4,9 mil milhões de euros. “Embora a maioria dos países da Europa Ocidental e Ocidental tenha registado um crescimento, os fabricantes de máquinas-ferramenta estão céticos em relação à Europa”, explica Heering. As novas encomendas estão a diminuir devido ao atual abrandamento da economia. Isto aplica-se em particular à Itália, o terceiro maior mercado de vendas das exportações alemãs, que está agora a reduzir significativamente os seus subsídios.

Em contrapartida, a Suíça é considerada um mercado de vendas estável. Com um volume de 430 milhões de euros, ocupa o quarto lugar entre os mercados de exportação mais importantes. Em comparação com a Alemanha, os clientes suíços beneficiam de custos de energia mais baixos e de horários de trabalho mais alargados.

Estes fatores têm um impacto positivo no investimento. O Norte da Europa também está a ser avaliado positivamente, tal como as vendas para a Turquia, que cresceram 39%. “A Turquia está a atrair a atenção política neste momento devido às suas relações comerciais com a Rússia. Por outro lado, muitos clientes de máquinas-ferramentas na Turquia geram receitas em euros graças à sua atividade de exportação. A lira turca está atualmente fraca, o que lhes permite utilizar esses fundos para investir em tecnologia de produção”, afirma Heering.

As exportações representam 70 por cento das vendas da indústria alemã de máquinas-ferramenta. A fraca procura internacional de bens de equipamento, que também afeta os clientes alemães, está a atrasar os negócios. “Os peritos económicos não esperam que o mercado recupere antes do próximo ano”, conclui Heering.

Os 15 principais mercados para as exportações de máquinas alemãs em 2023

Os 15 principais mercados para as exportações de máquinas alemãs em 2023.

REVISTAS

norelemWalter Tools Ibérica, S.A.U.Siga-nos

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter InterMetal

    10/04/2024

  • Newsletter InterMetal

    03/04/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

intermetal.pt

InterMETAL - Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Estatuto Editorial