Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Simposium Metal Summit reuniu 70 empresários da metalurgia e metalomecânica em Oliveira de Azeméis

22/05/2023

Durante o evento de conclusão do Metal4Future, a 17 de maio, o secretário de Estado da Economia, Pedro Cilínio, realçou a importância deste projeto para o setor e destacou a oportunidade que as empresas tiveram “de perceber melhor as tendências de mercado e de tecnologias de forma a poderem ajustar as suas estratégias de investimento para responder a essas necessidades”.

foto
O presidente Informesp, Fernando Castro, na abertura do evento de conclusão do Metal4Future.

No dia 17 de maio, cerca de 70 representantes de empresas e entidades estiveram reunidos no Centro de Negócios de Oliveira de Azeméis para o evento de encerramento do projeto Metal4Future, que contou com a intervenção de nove oradores, da parte da manhã, e com apresentações por quatro empresas, no Espaço Metal Demo – Indústrias 4.0, na parte da tarde.

As notas de boas-vindas foram da responsabilidade de Fernando Castro, presidente do Informesp – Instituto de Especialização Formativa e Estudos Empresariais e de Hélder Simões, Vereador da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.

Hélder Simões apresentou o seu concelho “como altamente industrializado e possuindo empresários de excelência, dinâmicos, resilientes, que estão constantemente a inovar e a investigar, acompanhando a evolução tecnológica de primeira linha e apetrechando-se das melhores ferramentas”. Foi também desta forma que destacou a realização deste evento que, de acordo com a sua intervenção, se reveste de crucial importância para a capacitação das empresas neste setor, proporcionando uma ferramenta fundamental para sensibilizar o tecido industrial do distrito para a necessidade da utilização das tecnologias verdes e para a inovação digital e ambiental. Ferramenta esta de grande importância para potenciar a competitividade do setor da metalurgia e da metalomecânica de forma a aumentar os padrões de qualidade e de concorrência da indústria portuguesa.

foto
Hélder Simões, vereador da CM Oliveira de Azeméis.

Fernando Castro, presidente do Informesp, começou por agradecer a todos os presentes e justificou a escolha do concelho de Oliveira de Azeméis para receber este evento como sendo “o expoente do setor industrial nacional e um forte contribuinte para o PIB nacional, devendo assim ser realçado e os seus exemplos merecem ser analisados e seguidos”.

Antes de passar a palavra a António Soares, Consultor da Gestluz, o presidente do Informesp destacou ainda “a importância de os empresários, numa economia aberta e competitiva, estarem atentos aos sinais de mudança, de forma a conseguir acompanhar e ultrapassar os desafios”.

António Soares apresentou, de seguida, os objetivos e resultados do Metal4Future, definindo-o como um projeto direcionado a pequenas e médias empresas do distrito de Aveiro e que tem vindo, desde o primeiro semestre de 2022, a realizar diversas ações com o objetivo claro de sensibilização e capacitação das empresas de metalurgia e metalomecânica para temas como a importância da transformação digital e os desafios de competitividade, ambientais e climáticos do setor.

foto
Espaço Metal Demo.

Ainda durante a apresentação, resumiu as 18 ações realizadas no distrito de Aveiro no âmbito deste projeto, que se dividiram entre roadshows sobre inovação ambiental, economia circular, indústria 4.0 e transformação digital, talks sobre as políticas de financiamento, open houses a empresas como a OLI – Sistemas Sanitários S.A, Bresimar S.A. e Prifer Technical Molds S.A e meetings e encontros de networking entre empresários.

A terminar a apresentação, António Soares destacou a realização do estudo ‘Metal Green Challenge’, disponível no website do Informesp para download, que analisa os desafios e implicações da política pública europeia a nível ambiental nas empresas, apresentando o que as empresas devem fazer para se adaptar a estas novas exigências e integrando ainda um exercício de Benchmarking com cerca de 10 empresas da área da metalurgia e metalomecânica.

Seguiu-se a intervenção de Joel Vasco, coordenador científico e investigador de projetos I&D do INOV-INESC, onde apresentou as transformações e tendências da metalurgia e metalomecânica, fazendo um resumo sobre várias tecnologias que têm sido apresentadas e desenvolvidas no setor no sentido de preparar a indústria para uma maior competitividade a nível nacional e internacional.

foto
Joel Vasco, coordenador científico e investigador de projetos do INOV-INESC.

Após as intervenções, deu-se início à mesa redonda onde foi debatido o tema ‘Oportunidades de Financiamento para a Indústria Metalúrgica e Metalomecâmica – o Portugal 2030’, moderado por João Luís de Sousa, diretor do jornal Vida Económica e contando com as participações do Presidente da Comissão Diretiva do Compete 2030, Nuno Mangas, do presidente do Conselho Diretivo do IAPMEI, Luís Filipe Pratas Guerreiro e do Head of Ecosystem & Business Development da Renault Cacia, Leonel Simões.

Para encerrar o programa da parte da manhã, o secretário de Estado da Economia, Pedro Cilínio, realçou a grande importância deste evento para a partilha de conhecimento e para o networking entre empresários e restantes entidades envolvidas, reforçando que, através desta partilha, as empresas tiveram a oportunidade de perceber melhor as tendências de mercado e de tecnologias de forma a poderem ajustar as suas estratégias de investimento para responder a essas mesmas necessidades.

Reconhecendo ainda que o setor metalúrgico e metalomecânico “é um dos setores mais pujantes e dinâmicos da nossa economia”, referiu que este setor tem vindo a atingir recordes de exportações, tendo ultrapassado, em 2022, a barreira dos 23 mil milhões de euros em exportações, apresentando valores superiores, por exemplo, ao setor do turismo. Pedro Cilínio diz até que o “setor da metalurgia e da metalomecânica é um dos, se não o setor mais importante da nossa economia”.

foto
Pedro Cilínio, secretário de Estado da Economia.

O secretário de Estado da Economia relembra, por último, a importância de investir e diversificar nos apoios aos setores, defendendo que uma economia com setores variados e competitivos é também uma economia mais resiliente e com maior potencial de crescimento.

Durante a parte da tarde, antes do momento final de networking, os participantes puderam ainda assistir, no Espaço Metal Demo – Indústria 4.0, a demonstrações de produtos e projetos das empresas Infaimon, Wavecom, Scient e PTC Group.

Siga-nosWalter Tools Ibérica, S.A.U.

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

intermetal.pt

InterMETAL - Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Estatuto Editorial