norelem: mais de 60.000 peças normalizadas
Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Os novos desafios da indústria metalúrgica e metalomecânica e os benefícios da integração ERP/CAD

João Ribeiro, diretor geral da Ibermática – Divisão Smart Factory & OT (Portugal)

20/10/2022
Atualmente, o setor industrial atravessa um período de profundos desafios, não só pela imprevisibilidade operacional, como também pelas crescentes flutuações e exigências da procura, que põem à prova a competitividade e capacidade de crescimento das empresas.

Nos dias de hoje, para que as empresas garantam a sua sustentabilidade no mercado, é vital que:

  • alcancem elevados níveis de produtividade e eficiência;
  • sejam flexíveis e tenham a capacidade de se adaptar às mudanças;
  • sejam ágeis e proativas a identificar novos processos, tecnologias e produtos/serviços de valor-acrescentado.

A verdade é que estas necessidades não são novas e a Indústria 4.0 é já hoje uma realidade – as empresas percebem que têm de ter a capacidade de adaptar e evoluir os seus processos, mas necessitam de sistemas e tecnologias que as ajudem a assimilar as transformações efetuadas e a implementar as estratégias definidas.

O mundo industrial encontra-se, por isso, num momento decisivo da sua evolução, dado que, se por um lado, existe a pressão de inovar, por outro, vivemos um cenário de instabilidade.

CAD. Imagem: Ibermática
CAD. Imagem: Ibermática.

Os desafios da indústria metalúrgica e metalomecânica na atualidade

Em particular, na indústria metalúrgica e metalomecânica, estamos a assistir à emergência de novos fenómenos mundiais, que afetam decisivamente as economias e cadeias de valor a nível local, trazendo consigo desafios acrescidos: o elevado preço da energia, a vulnerabilidade da cadeia de abastecimento e a diminuição da procura por parte dos principais compradores começam a fazer-se sentir e a impactar negativamente o desempenho deste setor, sobretudo na Europa.

É, então, aqui que as tecnologias 4.0 têm de ajudar as empresas a alcançar níveis de eficiência e produtividade elevados, pois só assim conseguirão converter os investimentos em rentabilidade e competitividade, de forma a atingir os seus objetivos globais.

As vantagens da integração ERP/CAD para a competitividade da indústria metalúrgica e metalomecânica

Neste contexto global, dar resposta às elevadas exigências de rentabilidade e obter um equilíbrio eficiente entre os parâmetros de preço, prazos e qualidade torna imperiosa a estreita coordenação e comunicação entre todos os departamentos – o que, muitas vezes, não acontece nas organizações da atualidade.

Assim, é imprescindível a integração dos departamentos de engenharia, aprovisionamento, fabrico, montagem, expedição, vendas e atendimento técnico – para que cada uma destas áreas tenha sempre informação correta, fidedigna, atualizada e no formato mais adequado.

A integração bidirecional entre o sistema de gestão ERP com o CAD e/ou PDM diz respeito a uma abordagem que tem como objetivo evitar e eliminar os tão conhecidos ‘silos de informação’ e as decorrentes dificuldades de coordenação e comunicação entre departamentos.

De facto, os resultados organizacionais serão limitados se as empresas se focarem apenas no funcionamento tecnológico ótimo de uma área/departamento sem pensarem na integração tecnológica do conjunto dessas mesmas áreas/departamentos.

Integração ERP/CAD: eliminar os silos de informação e melhorar a coordenação e comunicação entre departamentos

Neste âmbito, podemos distinguir três tipos de abordagem, nomeadamente: transferência de informação, conexão entre sistemas e integração de sistemas – conceitos que, frequentemente, são utilizados de forma indistinta, mas que, na realidade, dizem respeito a situações de diferente alcance.

Em concreto, a integração de sistemas diz respeito ao dado único – não há transferência de informação, a fonte de informação é a mesma para toda a empresa; e cada sistema (CAD e/ou ERP) regista ou lê os dados necessários, disponibilizando a informação, de acordo com a função e no tipo e forma mais adequados – eliminando, assim, os silos de informação e todos os problemas decorrentes.

Neste caso, o sistema de CAD/PDM tem acesso à informação do ERP, permitindo consultar e selecionar referências de artigos ou de materiais, vincular metadados entre os sistemas, indicar a gama operatória pretendida, definir pautas de controlo e dimensões a controlar, assim como conhecer o estado do projeto em cada departamento da empresa - tanto ao nível de componentes, como de prazos.

Desta forma, existirá um contínuo conhecimento do estado de todos os processos, em todos os departamentos, permitindo notificações através de regras de avaliação.

Imagen
ERP-Planeamento. Imagem: Ibermatica.

Exemplos práticos das vantagens da integração ERP/CAD

Em seguida, apresentamos alguns exemplos práticos do alcance e benefícios que é possível obter, através da abordagem de integração entre o sistema ERP com a solução CAD e/ou PDM – nomeadamente, na fase de projeto:

  • Área Técnica

Estado das compras/stocks de materiais, tempo gasto em tarefas de projeto, problemas com prazos de entrega de determinado tipo de peça, não conformidades detetadas na produção com origem no desenho, estado das compras e do fabrico de componentes do projeto, entre outros.

  • Área de Produção e Compras

Previsão de entrega, sincronização das alterações com as estruturas dos artigos e ordens de produção, bloqueio ou aviso em situações de pedidos de alteração ao projeto, em processos já iniciados de compra ou de fabrico.

  • Área de Assistência Técnica

Disponibilização da documentação na versão correspondente à produção de determinado equipamento e respetivo controlo de alterações.

ERP-Projetos. Imagem: Ibermática
ERP-Projetos. Imagem: Ibermática.

Integração 4.0

Para uma Integração 4.0 bem-sucedida, será necessária a implementação de uma solução que permita uma integração completa, ágil e eficiente de todas as áreas da empresa, ou seja, uma plataforma que integre num único sistema todas as áreas – da engenharia à fábrica, incluindo:

  • arquitetura de serviços completa e orientada a dar resposta imediata aos requisitos de informação e exigências específicas de cada função ou área;
  • análise combinada de dados das soluções CAD e/ou PDM e sistema de gestão ERP;
  • semântica comum.

Ainda, que permite aceder ao denominado ‘Gémeo Digital’ ou Digital Twin, para, assim, se alcançar o nível de integração máximo.

Desta forma, estaremos em presença de empresas ágeis, capazes de responder rápida, eficiente e integradamente às necessidades dos diferentes tipos de produção e modelos de gestão.

Conclusões

Não obstante os diversos condicionalismos que se fazem sentir no mercado industrial atual, a competitividade da indústria metalúrgica e metalomecânica exige que as empresas reforcem o seu caminho rumo à sua transformação digital inteligente e, assim:

  • sejam eficientes a nível de processos, adaptando-se melhor à procura e facilitando a colaboração entre todos os intervenientes ao longo da cadeia de valor;
  • ofereçam produtos com uma qualidade mais elevada e que proativamente vão ao encontro das necessidades dos clientes;
  • melhorem ou inovem o modelo de negócio, conseguindo concretizar vendas recorrentes e de maior valor percebido pelos clientes.

Tudo isto vai permitir a criação de uma nova visão da empresa: mais conectada, integrada, flexível, automatizada e inteligente.

Para a Ibermática, a indústria 4.0 é, antes de mais, uma oportunidade. O futuro das empresas da indústria metalúrgica e metalomecânica, prevê-se desafiante, mas as tecnologias 4.0 são as ferramentas fundamentais para que as organizações estejam preparadas e sejam capazes de enfrentar com sucesso as incertezas que se avizinham.

REVISTAS

Siga-nosWalter Tools Ibérica, S.A.U.

Media Partners

NEWSLETTERS

  • Newsletter InterMetal

    19/06/2024

  • Newsletter InterMetal

    12/06/2024

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal - Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

Responsable: Interempresas Media, S.L.U. Finalidades: Assinatura da(s) nossa(s) newsletter(s). Gerenciamento de contas de usuários. Envio de e-mails relacionados a ele ou relacionados a interesses semelhantes ou associados.Conservação: durante o relacionamento com você, ou enquanto for necessário para realizar os propósitos especificados. Atribuição: Os dados podem ser transferidos para outras empresas do grupo por motivos de gestão interna. Derechos: Acceso, rectificación, oposición, supresión, portabilidad, limitación del tratatamiento y decisiones automatizadas: entre em contato com nosso DPO. Si considera que el tratamiento no se ajusta a la normativa vigente, puede presentar reclamación ante la AEPD. Mais informação: Política de Proteção de Dados

intermetal.pt

InterMETAL - Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Estatuto Editorial