Atlas Copco: vapor - caldeiras de vapor de 1,3 a 16 toneladas/hora
Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Hermle propõe solução para manipulação 'non-stop' de paletes e peças

29/09/2021

A empresa Herlme, comercializada pela Deibar, participa na EMO Milano 2021 com o sistema robotizado RS-1, uma célula combinada para automatização de paletes e peças, que impressiona pela sua flexibilidade e produtividade: o conceito de armazenamento em armazém vertical oferece elevada autonomia e a estação de configuração única permite preparar paletes e porta-peças em simultâneo.

foto

Sistema robotizado RS 1 com 3 módulos de armazenamento em rack, adaptado a dois centros de maquinagem Hermle C 22 U.

Os visitantes da EMO deste ano podem testemunhar, em primeira mão, todas as características que fazem do sistema robotizado RS 1 a solução de automatização perfeita. Trata-se de um sistema robotizado altamente flexível, que pode ser utilizado com uma ou com duas máquinas interligadas entre si para um desempenho otimizado.

O sistema permite ainda acrescentar um segundo centro de maquinagem, bem como um terceiro módulo de armazém, um sistema de lavagem, uma máquina de medição ou um sistema de AGV.

O RS 1 requer uma área de instalação de apenas 12 m2 e oferece sempre acesso desobstruído aos espaços de trabalho da máquina, independentemente de estarem ligados um ou dois centros de maquinagem.

Seleção de máquina variável

O conceito integrado do RS 1 funciona com diferentes centros de maquinagem Hermle: C 12, C 22, C 250, C 32, C 400 ou C 42. É indiferente se existem duas máquinas idênticas ou duas máquinas diferentes ligadas entre si. Para uma máquina, a automação é controlada pelo sistema HACS da Hermle, ou pelo sistema de orientação da produção Soflex. Para duas máquinas, a automação é sempre controlada pelo sistema Soflex.

foto
O operador tem acesso facilitado ao espaço de trabalho do centro de maquinagem, enquanto o robô trabalha na segunda máquina em modo automático.

Produzir mais, automaticamente

O dispositivo de aperto de longo curso e as pinças controladas por CN permitem trocas de peças de trabalho totalmente automatizadas. Em combinação com o manuseamento individual das peças graças a matrizes universais de ajuste contínuo, o inovador sistema robótico RS 1 aumenta automaticamente a produtividade. Esta é, aliás, uma das maiores vantagens: as pinças CN e os dispositivos de aperto de ajuste automático adaptam-se às peças em bruto, de modo a que as intervenções manuais sejam praticamente eliminadas.

Três módulos de armazém de prateleiras selecionáveis individualmente asseguram o fornecimento ótimo de peças, quer se trate de paletes até 398 x 398 mm ou matrizes universais em cinco variantes para formatos cúbicos ou cilíndricos. Há lugar para tudo no armazém, mesmo para as garras e dispositivos de fixação mais variadas.

O facto de as máquinas poderem ser operadas de forma autónoma é mais um ponto a somar à produtividade oferecida pelo RS 1.

foto
Vista de cima do sistema robotizado RS 1 adaptado a dois centros de maquinagem Hermle C 22 U à esquerda e à direita - até três módulos de armazém asseguram um longo funcionamento autónomo e albergam as paletes, matrizes universais e pinças.
DMG Mori M1: é tudo sobre 'projectado para o seu lucro'Jaba: tradução 4.0

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

intermetal.pt

InterMETAL - Informação profissional para a indústria metalomecânica portuguesa

Estatuto Editorial